UOL Notícias Notícias
 
24/07/2010 - 20h52

Colômbia garante gás à Venezuela e anuncia medidas comerciais na fronteira

BOGOTÁ, 24 Jul 2010 (AFP) -O governo colombiano garantiu, este sábado, o abastecimento de gás para a Venezuela e anunciou "medidas" para reativar a economia na região de fronteira, afetada pela crise diplomática e pela restrição do comércio binacional.

O ministro colombiano da Fazenda, Oscar Zuluaga, disse à rádio Caracol que o presidente Álvaro Uribe deu instruções para vender aos venezuelanos "todo produto e serviço de que precisem", inclusive o gás natural, através do gasoduto binacional 'Antonio Ricaurte'.

Este gasoduto, inaugurado em 12 de outubro de 2007, transporta diariamente entre 200 e 300 milhões de pés cúbicos de gás natural do campo colombiano de Ballenas (nordeste) para a Venezuela.

A estatal colombiana Ecopetrol e a privada americana Chevron exploram conjuntamente o gás em Ballenas.

Por outro lado, Uribe anunciou um "conjunto de medidas" para reativar a economia no departamento (estado) colombiano de Norte de Santander, e outras regiões fronteiriças afetadas pela crise com a Venezuela.

Entre estas medidas, o presidente citou uma "macro rodada" de negócios, a ser celebrada em 5 e 6 de agosto próximos em Cúcuta (nordeste), capital de Norte de Santander, à qual convocou "todos os colombianos para que comprem nesta cidade e ajudem a salvar o emprego dos nossos compatriotas na fronteira".

Uribe não deu detalhes das outras medidas, mas disse que entrarão em vigor em breve.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    -0,54
    3,265
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    1,36
    64.085,41
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host