UOL Notícias Notícias
 
24/07/2010 - 18h47

Papa dá carta branca a delegado para renovar "Legionários de Cristo"

CIDADE DO VATICANO, 24 Jul 2010 (AFP) -O Papa deu "a mais ampla autoridade" ao prelado encarregado de renovar os "Legionários de Cristo", uma congregação cujo fundador, o falecido mexicano Marcial Marcel, foi acusado de pedofilia, segundo decreto divulgado este sábado.

O arcebispo italiano Velasio De Paolis será o líder interino desta ordem católica ultraconservadora, "durante o tempo que for necessário", para renová-la, segundo o documento publicado no site na internet da Legião de Cristo.

O padre Marcial Maciel, falecido aos 87 anos, em janeiro de 2008, nos Estados Unidos, chefiou até sua morte, com mão-de-ferro, os Legionários de Cristo, congregação que fundou em 1941 no México; foi acusadao de abusos sexuais por alguns de seus supostos filhos e por oito ex-seminaristas.

Maciel era pai de uma menina, filha de um relacionamento secreto, cuja existência foi reconhecida em 2009.

Bento XVI nomeou o arcebispo Velasio De Paolis no mês passado, depois que a Igreja Católica Romana sofreu grandes pressões para que tomasse medidas enérgicas contra os abusadores e seus protetores na hierarquia.

O Papa decidiu, em maio, retomar o controle desta congregação ao nomear ele próprio um delegado.

Em maio de 2006, Bento XVI forçou Marcial Maciel a "renunciar a qualquer ministério público" e "a se retirar para uma vida de oração e penitência".

Os Legionários de Cristo estão presentes em 22 países e reivindicam 800 sacerdotes, 2.500 seminaristas e 70.000 membros laicos. Também administra 12 universidades.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    0,71
    3,168
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    -0,12
    68.634,65
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host