UOL Notícias Notícias
 
25/07/2010 - 21h42

México: autores de 3 chacinas são presidiários com licença para matar

MÉXICO, 25 Jul 2010 (AFP) -Os autores de três chacinas cometidas em Torreón (norte do México) este ano, com saldo de 35 mortos, são condenados aos quais a diretora de uma penitenciária permitia sair à noite para praticar assassinatos por encomenda, informou a promotoria este domingo.

"Os autores dos crimes são supostamente um grupo de detentos do Centro de Readaptação Social de Gómez Palacios, Durango (norte), aos quais se permitia sair da prisão e usar armas dos guardas para realizar estas execuções", disse, em conferência, Ricardo Nájera, porta-voz da Procuradoria Geral de Justiça.

Um total de 17 pessoas foram mortas na madrugada de 18 de julho, enquanto estavam numa desta em um centro recreativo. Outra chacina similar ocorreu em 15 de maio, em um bar, matando 8 jovens, enquanto outras 10 pessoas foram mortas em um terceiro massacre, em 1º de fevereiro passado, em Torreón, vizinha de Gómez Palacios, onde fica a penitenciária.

Os presos saíam com autorização de Margarita Gómez, diretora da prisão, agora detida provisoriamente junto com outros três funcionários, "para cumprir vingança por encomenda, usando veículos oficiais para seu transporte e armas dos guardas para sua execução", disse Nájera.

Autoridades de diferentes corporações faziam, nestes dias, uma operação para identificar as armas dos guardas e compará-las com os cartuchos encontrados nos locais das chacinas e determinaram que 4 armas (dos guardas) tipo AR-15 foram usadas para praticar as três chacinas mencionadas, disse o porta-voz.

Cerca de 25.000 pessoas morreram no México desde dezembro de 2006, pelas mãos do crime organizado, apesar da mobilização de 50.000 militares no país para combatê-lo.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    17h00

    0,40
    3,279
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    0,95
    63.257,36
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host