UOL Notícias Notícias
 
26/07/2010 - 16h56

Revelações sobre Afeganistão deixam Casa Branca na defensiva

WASHINGTON, 26 Jul 2010 (AFP) -A divulgação de milhares de documentos secretos revelando um panorama sombrio da situação no Afeganistão colocou nesta segunda-feira a Casa Branca na defensiva.

O governo Obama reagiu rapidamente à divulgação de trechos de cerca de 92.000 documentos internos do Pentágono referentes à situação no Afeganistão desde 2004, criticando com firmeza esse vazamento.

O conselheiro de Segurança Nacional do presidente, general James Jones, ressaltou no domingo que "os documentos divulgados pelo (site) Wikileaks cobrem um período que vai de janeiro de 2004 a dezembro de 2009", ou seja, antes do anúncio de Obama de sua nova estratégia para o Afeganistão.

Em dezembro, Obama anunciou o envio de 30.000 soldados como reforço para combater a insurreição talibã.

Nesta segunda-feira, o porta-voz da Casa Branca, Robert Gibbs, afirmou que esta divulgação "alarmante", que "infringe a lei (...) representa um perigo muito real" para os soldados no terreno, por causa dos detalhes revelados.

Gibbs fez questão de mencionar os progressos registrados nas relações com o Paquistão, cujo serviço secreto é acusado de envolvimento direto com os talibãs.

Os americanos "melhoraram esta relação", mesmo que "ninguém vá dizer que a missão foi cumprida", acrescentou Gibbs.

O porta-voz, entretanto, assegurou que esses documentos não revelam nada que já não tenha sido escrito pela imprensa sobre a guerra.

"Nenhum governo gosta de ver seus segredos divulgados", explica o especialista em estratégia Anthony Cordesman, do Centro para Estudos Internacionais e Estratégicos (CSIS) de Washington. Segundo ele, essas revelações são explosivas no sentido que contradizem o otimismo até então manifestado pelo governo.

Já para Julian Zelizer, professor de História da Universidade de Princeton, essas revelações colocam em evidência o fato de que Obama "apostou em uma guerra em que não há progresso". Ele ficará vulnerável aos ataques dos republicanos, que criticam a "apatia em termos de segurança nacional".

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    -0,54
    3,265
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    1,36
    64.085,41
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host