UOL Notícias Notícias
 
28/07/2010 - 21h45

Equador insistirá no diálogo entre Colômbia e Venezuela

QUITO, 28 Jul 2010 (AFP) -Equador, que exerce a presidência rotativa da Unasul, assinalou nesta quarta-feira que insistirá no diálogo entre Venezuela e Colômbia, durante a reunião de chanceleres do bloco sul-americano, prevista para quinta-feira, em Quito, para analisar a ruptura das relações entre Caracas e Bogotá.

Do encontro deve sair "a possibilidade, ou ao menos a esperança, de uma retomada das conversações entre os dois países irmãos, que deveriam estar sempre unidos", declarou o chanceler equatoriano, Ricardo Patiño, à rede Telesul.

Segundo Patiño, os chanceleres da Unasul se reunirão "para encontrar juntos, para contribuir, para ajudar (os governos de Bogotá e Caracas) a encontrar o caminho da reconciliação".

"Recebemos todos (os chanceleres) de portas abertas, como na casa de uma família, da família sul-americana", destacou Patiño.

Venezuela pediu a reunião "extraordinária" da Unasul após romper relações com a Colômbia, devido à denúncia de Bogotá na OEA sobre a presença de milhares de guerrilheiros colombianos no território venezuelano.

A Unasul é integrada Brasil, Colômbia, Venezuela, Equador, Argentina, Bolívia, Chile, Guiana, Paraguai, Peru, Suriname e Uruguai.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    17h00

    0,44
    3,190
    Outras moedas
  • Bovespa

    18h21

    0,14
    76.390,52
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host