UOL Notícias Notícias
 
28/07/2010 - 10h05

Ex-presidente bósnio acusado de crimes de guerra chega a Sarajevo

SARAJEVO, 28 Jul 2010 (AFP) -O ex-presidente da Bósnia, Ejup Ganic, chegou nesta quarta-feira a Sarajevo depois que a justiça britânica rejeitou na véspera um pedido de extradição da Sérvia contra ele por crimes de guerra.

Ejup Ganic, de 64 anos, foi recebido por centenas de pessoas no aeroporto.

Ex-membro muçulmano da presidência bósnia durante a guerra e ex-presidente da Federação da Bósnnia-Herzegovina, ele foi preso em 1o. de março no aeroporto londrino de Heathrow em aplicação a uma ordem de prisão emitida pela Sérvia por crimes de guerra. Em meados de março, foi colocado em liberdade sob controle judicial.

A Sérvia acusa Ejup Ganic de ter participado em 1992 na preparação de ataques contra um cassino miiltar do exército iugoslavo e contra as ambulâncias enviadas ao lugar. Também é acusado de preparar um ataque a um comboio militar em Sarajevo, que causou 18 mortos. Ganic nega qualquer envolvimento.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    -1,22
    3,142
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h21

    0,67
    70.477,63
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host