UOL Notícias Notícias
 
29/07/2010 - 14h07

Cuba: dissidente Fariñas deixa o hospital cético sobre a libertação de presos

HAVANA, 29 Jul 2010 (AFP) -O opositor cubano Guillermo Fariñas, que esteve em greve de fome por 135 dias, recebeu alta nesta quinta-feira do hospital da cidade de Santa Clara, dizendo que volta para casa "cético" sobre a libertação dos presos políticos e com a intenção de escrever muito.

"Estou reunido com os médicos, eles estão me indicando os detalhes do tratamento que devo seguir, mas já assinaram o papel de alta e vou para a casa", explicou Fariñas à AFP por telefone, pouco antes de abandonar o hospital de Santa Clara - 270 km a leste de Havana-, onde foi internado no dia 11 de março.

Fariñas, quem passou a mior parte de seu protesto na terapia intensiva, despediu-se e fotografou os médicos que o atenderam, dos quais destacou o profissionalismo.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    -1,03
    3,146
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    1,09
    68.714,66
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host