UOL Notícias Notícias
 
29/07/2010 - 09h42

Karzai pede combate aos "santuários terroristas" em alusão ao Paquistão

CABUL, 29 Jul 2010 (AFP) -O presidente afegão, Hamid Karzai, pediu nesta quinta-feira aos países ocidentais que destruam os "santuários terroristas" situados fora do Afeganistão, em uma clara alusão ao Paquistão, depois do vazamento de documentos militares americano que acusam os serviços de inteligência paquistaneses de colaborar com os talibãs.

"Já é hora de nossos aliados internacionais compreenderem que a guerra contra o terrorismo não se trava nos povoados e nas casas do Afeganistão", declarou Karzai em uma coletiva de imprensa em Cabul, ao ser indagado sobre o Paquistão.

"Esta guerra deve ser travada nos santuários, nos centros de financiamento e nas bases de treinamento do terrorismo que se encontram fora do Afeganistão", enfatizou.

"Que sejamos capazes ou não de destruir esses santuários, é outra questão. Mas nossos aliados internacionais têm essa capacidade. A pergunta é: por que não o fazem?", questionou.

"Não se faz nada no lugar de onde provém o verdadeiro perigo", criticou ainda.

Os serviços secretos paquistaneses (ISI) são acusados há tempos por Cabul de apoiar os talibãs oferecendo refúgio nas zonas tribais fronteiriças e, inclusive, de organizar seus ataques para enfraquecer o Afeganistão e defender os interesses de Islamabad.

O Paquistão, aliado do regime dos talibas (1996-2001) antes de unir-se aos Estados Unidos quando as forças internacionais derrubaram os islamitas, nega qualquer apoio à insurgência afegã.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    -0,21
    3,129
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h35

    0,04
    76.004,15
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host