UOL Notícias Notícias
 
30/07/2010 - 14h57

Mães de turistas americanos presos há 1 ano protestam no Irã

NOVA YORK, 30 Jul 2010 (AFP) -As mães dos três viajantes americanos presos no Irã realizaram um protesto nesta sexta-feira em Nova York junto a meia centena de pessoas para exigir a libertação dos jovens.

Com cartéis que proclamavam "um ano é suficiente, deixem-nos ir", "vingança para o Irã", os manifestantes protestaram em frente à sede da embaixada do Irã diante da ONU, no centro de Manhattan.

"Tenho um filho inocente que padece na prisão junto a outros dois amigos inocentes, é hora de poderem regressar à casa", disse à AFP Laura Fattal, mãe de Josh Fattal, 27 anos, um dos três presos.

Junto a Shane Bauer, 27 anos, e Sarah Shourd, 31, Fattal saiu em 31 de julho do ano passado para uma caminhada no Curdistão iraquiano - região montanhosa e árida limítrofe com o Irã, onde a fronteira fica pouco visível - e foram presos por ingressar ilegalmente em território iraniano.

"O estresse mental e psicológico de meu filho e de seus dois amigos depois de um ano de prisão é terrível", comentou Laura Fattal, que há dois meses pôde visitar seu filho na prisão de Teerã, onde ele está detido.

"Não voltamos a ter novidades desde que retornamos", disse, por sua vez, Cindy Hickey, mãe de Shane Bauer.

Ela agradeceu o governo americano pelas gestões realizadas, mas comentou que "se estivessem fazendo o suficiente, Shane, Sarah e Josh já teriam voltado".

Sobre a possibilidade de realizar outra visita a Teerã, Nora Shourd, mãe de Sarah, disse que "não queremos voltar lá para vê-los, queremos é que eles retornem de uma vez por todas para casa".

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    17h00

    0,40
    3,279
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    0,95
    63.257,36
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host