UOL Notícias Notícias
 
01/08/2010 - 13h21

Chávez: Objetivo da Venezuela é 'deter loucura guerreirista' de Uribe

CARACAS, 1 Ago 2010 (AFP) -O presidente da Venezuela, Hugo Chávez, assegurou neste domingo que o "objetivo supremo" de seu governo é "deter a loucura guerreirista" do mandatário da Colômbia, Álvaro Uribe, e disse que o "dilema" da crise bilateral está "entre as palavras e os projéteis".

"Estabelecemos um objetivo supremo: deter a loucura guerreirista que se apoderou da Casa de Nariño" e "impedir" que o governo de Uribe cause "um conflito bélico entre dois povos que se conhecem e se sentem irmãos", escreveu em sua coluna dominical 'Las líneas de Chávez'.

"Que estas reflexões sirvam para entender a gravidade do que está acontecendo entre Venezuela e Colômbia (...) O dilema está entre as palavras e os projéteis, ou seja, entre levar à mesa de diálogo dos povos do Sul o exercício voluntarioso pela paz ou manter na região um ambiente de confrontação com uma elevada periculosidade bélica", explicou.

O presidente venezuelano rompeu relações com a Colômbia há pouco mais de uma semana por causa da denúncia de Bogotá sobre a presença de guerrilheiros na Venezuela, e na sexta-feira anunciou uma mobilização militar na fronteira por ter considerado que "Uribe é capaz de qualquer coisa nestes dias que lhe restam".

No dia 7 de agosto Uribe --cujo governo descartou qualquer tipo de ataque contra a Venezuela-- entregará o poder a seu ex-ministro da Defesa Juan Manuel Santos.

Chávez indicou também que não desistirá em seu "empenho para conquistar relações decentes e respeitosas" com o país vizinho e reiterou que espera "que o novo governo da Colômbia entenda" que não tem "outro interesse nem outro desejo".

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    -0,54
    3,265
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    1,36
    64.085,41
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host