UOL Notícias Notícias
 
01/08/2010 - 15h42

Irã adverte EUA para eventual ataque militar

TEERÃ, 1 Ago 2010 (AFP) -Um alto funcionário militar dos Guardiões da Revolução, exército ideológico do regime iraniano, advertiu Washington neste domingo para uma eventual ação militar contra o Irã, afirmando que ameaçaria a segurança na região do Golfo, indicou a agência Irna.

"Se os Estados Unidos cometerem um erro (atacando o Irã), a segurança da região estará em perigo (...). A segurança da região do Golfo Pérsico cabe a todos ou a ninguém", declarou o general Yadollah Khavani, assessor para assuntos políticos do chefe dos Guardiões da Revolução, segundo a agência de notícias.

"O Golfo Pérsico é uma região estratégica. Se colocarem em perigo a segurança na região, vão deixá-la porque nossa resposta será firme", acrescentou.

"Nos defenderemos contra qualquer ação dos Estados Unidos ou de Israel", prosseguiu, afirmando que o Irã "desenvolveu sua capacidade defensiva para reforçar sua força de dissuasão".

A comunidade internacional, liderada por Washington, intensificou recentemente as pressões sobre o Irã, acusado de tentar obter a arma nuclear, alegando ter um programa nuclear civil. Teerã desmente essas acusações.

As declarações de Khavani precederam uma afirmação do chefe do Estado-Maior Conjunto americano, Michael Mullen, que assegurou neste domingo que um plano de ataque dos Estados Unidos contra o Irã está previsto para impedir Teerã se produzir a arma nuclear.

O almirante Mullen acrescentou que está "extremamente preocupado" com as consequências que uma ação militar pode acarretar.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    0,02
    3,136
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    -0,02
    75.974,18
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host