UOL Notícias Notícias
 
01/08/2010 - 10h00

Irã investiga americanos detidos por supostas 'ações' contra segurança

TEERÃ, 1 Ago 2010 (AFP) -Uma investigação tenta esclarecer se três americanos detidos no Irã há um ano cometeram "ações" com "a intenção de atuar contra a segurança" desse país, informou neste domingo a chancelaria iraniana.

"Os três americanos foram detidos por ingresso ilegal em território iraniano. Seu crime é óbvio e deverão prestar contas à justiça", declarou o porta-voz do Ministério das Relações Exteriores do Irã, Ramin Mehmanparast.

"Além disso, as autoridades competentes estão realizando uma investigação sobre possíveis acusações, tais como ações com a intenção de atuar contra a segurança" nacional, acrescentou.

"É um assunto estritamente judicial" e o Irã no se deixará influenciar por "pressões políticas", acrescentou.

O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, havia exortado na sexta-feira o Irã "liberar imediatamente" estes três americanos detidos há um ano nesse país.

Shan Bauer, Sarah Shourd, e Josh Fattal foram detidos no dia 31 de julho de 2009 depois de terem cruzado a fronteira do Irã na região do Curdistão, no norte do Iraque. Teerã acusou os três de espionagem, mas suas famílias afirmam que cruzaram a fronteira por acidente.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    09h59

    0,03
    3,158
    Outras moedas
  • Bovespa

    10h08

    0,19
    74.587,12
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host