UOL Notícias Notícias
 
02/08/2010 - 22h08

EUA estão preocupados com saúde de americano preso na Coreia do Norte

WASHINGTON, 2 Ago 2010 (AFP) -Os Estados Unidos manifestaram nesta segunda-feira sua preocupação pelo estado de saúde de Ajalon Gomes, um americano que cumpre oito anos de trabalhos forçados na Coreia do Norte como pena por supostamente atravessar a fronteira ilegalmente.

"Temos preocupações sobre sua saúde e bem-estar. Instamos a Coreia do Norte a colocá-lo em liberdade por razões humanitárias", disse o porta-voz do Departamento de Estado, Philip Crowley, a jornalistas.

Quanto ao estado de saúde atual do americano, Crowley não deu declarações, ao ser questionado sobre a notícia de que ele teria iniciado uma greve de fome.

Crowley disse que os Estados Unidos tinham "contato regular com ele" através da embaixada da Suécia, que representa os interesses americanos na Coreia do Norte, e que esteve em contato direto com os norte-coreanos neste caso.

O porta-voz do Departamento de Estado negou que os Estados Unidos estivessem considerando mandar um enviado especial, como o ex-presidente Bill Clinton (1993-2001), em uma tentativa de conseguir a libertação de Gomes.

Clinton obteve anteriormente a libertação de dois jornalistas americanos após uma visita à Coreia do Norte.

No mês passado, Pyongyang disse que Gomes tentou suicidar-se e que ele estava sendo atendido em um hospital.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    -0,54
    3,265
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    1,36
    64.085,41
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host