UOL Notícias Notícias
 
03/08/2010 - 09h00

David Cameron diz que não lamenta ter vinculado o Paquistão ao terrorismo

Londres, 3 Ago 2010 (AFP) -O primeiro-ministro britânico, David Cameron, declarou nesta terça-feira que não lamenta ter acusado o Paquistão "de exportar terrorismo", horas antes da chegada a Londre do presidente paquistanês Asif Ali Zardari.

"Não lamento nada", declarou Cameron durante uma sessão de perguntas e respostas com ouvintes de uma das rádios da BBC.

O primeiro-ministro afirmouanda ter dado "uma resposta clara e franca" a uma pergunta a respeito feita na Índia.

As declarações de Cameron na semana passada, durante uma visita à Índia, vizinha e adversária do Paquistão, provocaram grande polêmica em Islamabad.

"Não podemos tolerar em nenhum sentido a ideia de que este país (Paquistão) possa, de alguma maneira, promover a exportação do terrorismo, seja para a Índia, Afeganistão ou qualquer outro lugar no mundo", disse na ocasião.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    13h29

    0,36
    3,291
    Outras moedas
  • Bovespa

    13h40

    -0,59
    62.881,70
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host