UOL Notícias Notícias
 
04/08/2010 - 20h38

Berlusconi promete eleições no primeiro "incidente" com dissidentes

ROMA, 4 Ago 2010 (AFP) -O presidente do Conselho italiano, Silvio Berlusconi, prometeu na noite desta quarta-feira organizar eleições antecipadas no primeiro incidente com o grupo de parlamentares dissidentes que deixaram o seu partido, após a ruptura, na semana passada, com seu aliado, Gianfranco Fini.

"A esperança de recompor a maioria existe, mas caso contrário, no primeiro incidente sério, deveremos pedir aos italianos que voltem às urnas", declarou Berlusconi, citado pela imprensa, durante um jantar, em Roma, com parlamentares de seu Partido da Liberdade (PDL).

"Descansemos, recarreguemos nossas baterias neste verão (boreal) e nos preparemos para as eleições", disse.

As declarações foram feitas depois que a Câmara de Deputados rejeitou, na tarde de quarta-feira, uma moção pedindo a demissão de um ministro do governo de Berlusconi.

O repúdio se deu pela abstenção dos dissidentes da direita italiana, liderados por Gianfranco Fini, presidente da Câmara de Deputados e até a semana passada aliado de Berlusconi.

A moção foi rejeitada por 299 votos (os do PDL e seu aliado, a Liga do Norte), 75 abstenções (os dissidentes do PDL e os centristas) e 229 a favor dos deputados da oposição de esquerda, principalmente do Partido Democrático.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    0,59
    3,276
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h21

    -1,54
    61.673,49
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host