UOL Notícias Notícias
 
04/08/2010 - 16h24

Explosão na passagem do comboio presidencial: Irã desmente tentativa de atentado

TEERÃ, 4 Ago 2010 (AFP) -O Irã desmentiu qualquer tentativa de atentado contra o presidente Mahmoud Ahmadinejad após uma explosão nesta quarta-feira durante a passagem do comboio presidencial em Hamedan (oeste), inicialmente atribuída a uma granada por um site, mas explicada, em seguida, oficialmente, por um artefato artesanal.

A explosão, que não deixou feridos e nem causou danos, segundo as autoridades e testemunhas citadas pela imprensa iraniana, foi anunciada pelo site conservador Khabaronline.ir que citou num primeiro momento o uso de uma granada.

A presidência iraniana desmentiu rapidamente qualquer atentado contra Ahmadinejad. A "granada" seria, na verdade, apenas um grande "artefato" que teria sido jogado por um partidário do presidente que estaria comemorando, declarou à AFP uma autoridade da Assessoria de Imprensa da Presidência.

Khabaronline.ir mudou, por fim, sua versão do incidente, trocando a palavra "granada" por "fogo de artifício".

A agência oficial Irna explicou no fim do dia que "um jovem que estava na multidão" quando o presidente passava tinha "acendido um fogo de artifício para demonstrar sua alegria". "Infelizmente, alguns repórteres iranianos descreveram esse petardo inofensivo como uma granada, desencadeando esta confusão", acrescentou a Irna.

Alguns iranianos, às vezes, fabricam eles mesmos potentes bombas artesanais por ocasião de eventos festivos, sobretudo para celebrar as festas de ano novo. Esses artefatos barulhentos que podem chegar a ter o tamanho de uma bola de tênis causam vários acidentes todos os anos, gerando sucessivos alertas por parte das autoridades.

O Khabaronline.ir, site conservador considerado ligado ao presidente do Parlamento Ali Larijani, indicou que a explosão tinha sido registrada perto de um micro-ônibus de jornalistas que acompanhavam o presidente em Hamedan, e a cerca de cem metros do carro em que estava Ahmadinejad.

O site, o único veículo a divulgar o incidente em um primeiro momento, informou também a prisão de um "agressor" enquanto a multidão gritava palavras de ordem hostis aos "hipócritas", aos mujahedines do povo, principal organização de oposição ao regime iraniano que o acusa de estar a soldo de Israel.

A agência Fars confirmou em seguida a prisão da pessoa que havia jogado o artefato, que ela classificou de "granada artesanal", mencionando uma palavra persa (narenjak), utilizada frequentemente para designar as bombas fabricadas e arremessadas por alguns iranianos em ocasiões festivas.

A agência Mehr, citando testemunhas, mencionou uma "bomba sonora artesanal", que não feriu ninguém, mas que gerou uma grande coluna de fumaça. Segundo a mesma fonte, várias algumas teriam sido detidas após o incidente.

As agências Ilna e Isna utilizaram, por sua vez, o termo de "bombinha" para descrever o artefato explosivo.

A agência Mehr, citando testemunhas, citou por sua vez uma "bomba sonora artesanal" que não feriu ninguém mas fez muita fumaça. Segundo a mesma fonte, várias pessoas teriam sido detidas após o incidente.

Ahmadinejad não fez qualquer menção a este incidente no discurso pronunciado logo depois da explosão e transmitido ao vivo pela televisão iraniana.

O presidente iraniano afirmou em diversas oportunidades nos últimos meses que Israel, maior inimigo da República Islâmica, queria matá-lo.

"Os sionistas estúpidos contrataram mercenários para me assassinar", disse na segunda-feira durante um discurso em Teerã o presidente iraniano, que prega regularmente a destruição do Estado de Israel, suscitando a indignação internacional a negar o Holocausto.

"Está muito claro que as forças sionistas têm ordens para assassinar diferentes personalidades do mundo islâmico, (...) e um dos maiores inimigos do regime sionista é Ahmadinejad", afirmou na terça-feira o porta-voz do Ministério das Relações Exteriores, Ramin Mehmanparast.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    11h30

    0,14
    3,172
    Outras moedas
  • Bovespa

    11h37

    -0,39
    65.411,77
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host