UOL Notícias Notícias
 
04/08/2010 - 17h12

Obama diz que seus guarda-costas privaram-no do bolo de aniversário

WASHINGTON, 4 Ago 2010 (AFP) -O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, que festeja 49 anos nesta quarta-feira, afirmou, em tom de brincadeira, que seus guarda-costas impediram que comesse o bolo de aniversário que os sindicalistas queriam lhe oferecer.

Ao fazer um discurso durante uma reunião da poderosa central sindical AFL-CIO no final da manhã em Washington, o presidente foi recebido com muitos aplausos. "Estou feliz em passar meu aniversário com bons amigos", reagiu Obama, ao lado do presidente da AFL-CIO, Richard Trumka.

Este, havia desejado, antes, um bom aniversário a Obama, explicando que sua organização previa oferecer-lhe um bolo; "mas o Serviço Secreto vetou", prosseguiu, em referência aos membros de elite da polícia federal que protegem Obama as 24 horas do dia, vigiando quem se aproxima e o que ele come.

Obama voltou à carga no final do discurso, dizendo-se "decepcionado por não ter tido um bolo". "Eles provavelmente estão ocupados em comê-lo, agora", afirmou a propósito do Serviço Secreto, fazendo a plateia rir muito.

À tarde, durante cerimônia de entrega de medalhas a americanos ilustres na Casa Branca, o público cantou "Happy birthday to you", enquanto que o presidente, com um enorme sorriso, cumprimentava-os com um aperto de mão.

Obama nasceu no Havaí (Pacífico) no dia 4 de agosto de 1961 - e preparava-se para comemorar sozinho, devido à viagem de sua esposa Michelle e da filha mais nova Sasha para a Espanha; a mais velha, Malia está numa colônia de férias.

Mas, segundo seu porta-voz Robert Gibbs, o presidente não ficará sozinho. Ele pretende jantar com ele, junto com os amigos do seu feudo eleitoral de Chicago (Illinois, norte).

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h49

    0,50
    3,145
    Outras moedas
  • Bovespa

    16h53

    -0,64
    75.521,34
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host