UOL Notícias Notícias
 
05/08/2010 - 18h03

Cuba afirma que EUA mentem em sua lista do terrorismo

Brasilia, EUA, 5 Ago 2010 (AFP) -O chanceler cubano, Bruno Rodríguez, rejeitou "energicamente" nesta quinta-feira a inclusão da Ilha na relação dos países patrocinadores do terrorismo internacional, e acusou os Estados Unidos de "mentir deliberadamente" por razões de "política doméstica".

"Quero rejeitar energicamente a inclusão de Cuba na lista de países patrocinadores do terrorismo internacional. Isto é um ato injusto, de hipocrisia", disse Rodríguez à imprensa em Brasília.

"Denuncio o caráter hipócrita e políticamente motivado da inclusão de Cuba na lista dos países terroristas".

"Mentem deliberadamente: o governo americano tem toda a informação que confirma que os que escreveram este relatório espúrio mentem deliberadamente e, o que é pior, mentem por razões políticas, e agem contra os interesses do povo americano, do povo cubano (..) por pura razão de política doméstica".

Um relatório do departamento americano de Estado publicado nesta quinta-feira qualifica negativamente Venezuela, Bolívia e Nicarágua - aliados de Cuba- e acusa Havana de seguir "concedendo refúgio seguro a membros" das guerrilhas colombianas Farc e ELN, e do grupo separatista armado basco ETA, considerados terroristas pelos Estados Unidos, "inclusive com apoio logístico e médico".

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    0,28
    3,182
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h21

    -0,29
    64.676,55
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host