UOL Notícias Notícias
 
05/08/2010 - 19h09

EUA: poço danificado foi selado com cimento

NOVA ORLEANS, EUA, 5 Ago 2010 (AFP) -A BP concluiu a injeção de cimento para selar o poço de petróleo no Golfo do México que deu origem ao pior desastre ambiental na história dos Estados Unidos, ao final de uma operação de cinco horas, informou a companhia nesta quinta-feira.

"A BP completou a operação para selar o poço com cimento" às 19H15 GMT (16H15 Brasília), "dentro do procedimento 'static kill'," assinalou o grupo em um comunicado.

A companhia está monitorando o poço "para confirmar a efetividade do procedimento".

Segundo a BP, prossegue a operação 'bottom kill', com a construção de poços paralelos para chegar à parte inferior do poço danificado, sob a supervisão das autoridades americanas.

"Se as condições meteorológicas permitirem, é provável que em meados de agosto o primeiro poço esteja concluído".

A injeção de cimento no poço é uma das últimas etapas do procedimento 'static kill', que vedará definitivamente o poço de petróleo no fundo do mar no Golfo do México.

Antes de injetar o cimento, os técnicos haviam empurrado o petróleo para o fundo com um fluxo de lama no poço danificado, aplicado na terça-feira.

Após esta primeira operação, o governo americano deu sinal verde, na noite de quarta-feira, para a vedação definitiva do poço.

A maior tragédia ambiental da história americana teve início no dia 20 de abril, com a explosão da plataforma 'Deepwater Horizon', e até o final de julho mais de 780 milhões de litros de petróleo vazaram nas águas do Golfo do México, atingindo a costa de diversos estados dos EUA.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h50

    0,68
    3,167
    Outras moedas
  • Bovespa

    16h51

    -0,09
    68.652,10
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host