UOL Notícias Notícias
 
05/08/2010 - 10h38

Neto de Mao Tse-tung tenta seguir os passos do avô a partir do Exército chinês

Em Pequim

Mao Xinyu, neto de Mao Tse-tung, declarou nesta quinta-feira que deseja participar mais da vida política, alguns dias após sua promoção a general de divisão no Exército Popular de Libertação (APL).

O neto do fundador da República Popular da China, que é pesquisador da Academia de Ciências militares da APL, falou sobre o assunto ao portal Netease, insistindo em dizer que se sentia chamado pela política.

"Antes de morrer, minha mãe já esperava isso. E é a partir do exército que vou evoluir, acrescentou.

A imprensa chinesa havia anunciado na segunda-feira a promoção de Mao Xinyu, 40 anos, a general de divisão.

Mao Xinyu, que se parece fisicamente ao grande timoneiro, escreveu várias obras, entre elas "Meu avô Mao Tse-tung", e possui um blog.

Admitiu que sua ascendência contribuiu sem nenhuma dúvida para a promoção. "É um fago objetivo, não se pode negar", declarou.

Único neto de Mao Tse Tung, morto em 1976, ele é considerado um dos blogueiros mais populares do país, pelo site do jornal Diário do Povo, órgão do Partido Comunista chinês.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h58

    -0,53
    3,128
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    -0,28
    75.389,75
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host