UOL Notícias Notícias
 
05/08/2010 - 16h25

Obama acha "conveniente" presença dos EUA em cerimônia em Hiroshima


Em Washington

O presidente Barack Obama considera "conveniente" a presença dos Estados Unidos na solenidade para marcar os 65 anos do bombardeio atômico da cidade japonesa de Hiroshima, para onde foi enviado seu embaixador em Tóquio, informou nesta quinta-feira a secretária de Estado, Hillary Clinton.

O embaixador no Japão, John Roos, representará pela primeira vez o governo de Washington nas cerimônias para lembrar o ato de guerra.

O lançamento da primeira bomba A da história, sobre a cidade industrial de Hiroshima no dia 6 de agosto de 1945 fez 140.000 mortos.

Em seguida, no dia 9 de agosto de 1945, os Estados Unidos largaram uma segunda bomba nuclear sobre Nagasaki (sudoeste), que matou 70.000 pessoas.

Em abril de 2009, Obama havia conclamado, em Praga, a construção "de um mundo sem armas nucleares".

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    0,79
    3,152
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h22

    1,18
    65.148,35
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host