UOL Notícias Notícias
 
05/08/2010 - 07h28

Voo Rio-Paris: familiares de vítimas apresentarão uma ação complementar

PARIS, 5 Ago 2010 (AFP) -Familiares das vítimas do voo AF447 entre Rio e Paris que, em 1o. de junho de 2009 caiu Atlântico com 228 pessoas a bordo, apresentarão uma ação complementar ante a justiça francesa para que se investigue uma possível responsabilidade do Estado francês.

As famílias apresentarão esta ação complementar por homicídio involuntário nas próximas semanas, indicou nesta quinta-feira à AFP o advogado do grupo, Jean Pierre Bellecave, que representa a associação 'Entraide et Solidarité' (Ajuda Mútua e Solidariedade), que reúne 60 famílias das vítimas do Airbus A330 da Air France.

Bellecave, que colabora com um advogado alemão dos familiares das vítimas alemães e chinesas, Ulrich von Jeinsen, informou que, mediante esta ação complementar, pedirá à juíza de instrução Sylvie Zimmermann que oriente suas investigações "contra qualquer eventual responsável por não respeitar uma diretriz europeia de 2003 que obrigava a realizar um registro dos incidentes de tráfego aéreo".

Von Jeinsen explicou na véspera, à AFP, que, "devido a esse não cumprimento da normas europeias, é possível que o Estado francês não tenha tido conhecido de 30 incidentes similares nos quais foram congelados os instrumentos de medição de velocidade em alta altitude".

O Birô de Investigações e Análises (BEA) francês, encarregado das investigações técnicas dos acidentes aéreos, considera que um defeito nas sondas (sensores de velocidade) Pitot do fabricante francês Thales foi um dos fatores do acidente, mas acredita que a explicação virá das caixas pretas do avião, que ainda não foram achadas.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    -1,22
    3,142
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h21

    0,67
    70.477,63
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host