UOL Notícias Notícias
 
06/08/2010 - 18h27

Manifestantes tomam o aeródromo de Potosí, na Bolívia, durante protesto

LA PAZ, 6 Ago 2010 (AFP) -O aeródromo da cidade de Potosí (sul da Bolívia) foi tomado nesta sexta-feira por manifestantes que protestam há nove dias contra o governo, como parte de uma disputa por limites entre dois departamentos (estados).

Potosí pede ao governo uma definição a seu favor em relação a uma divergência sobre a jurisdição de Coroma, também reclamada pelo departamento vizinho de Oruro. Além disso, os moradores exigem a construção na cidade de uma fábrica de cimento, além de outras reivindicações de ordem social.

A situação transformou-se em verdadeiro pesadelo para os que não conseguem deixar a cidade, entre eles turistas de Brasil, França, Canadá, Chile, Alemanha, Suíça, Argentina, Itália e Espanha.

"Trabalhadores tomaram o aeródromo capitão Rojas, onde puseram pedras na pista e em torno das instalações; muitos levam dinamite", confirmou à AFP o porta-voz dos manifestantes, Alberto Encinas.

Eles querem respostas urgentes do governo de Evo Morales para uma série de demandas departamentais. Participam representantes de sindicatos, mineiros, educadores e grande parte de moradores desta cidade de 160.000 habitantes, explicou.

O aeroporto de Potosí é capacitado para receber, apenas, aeronaves de pequeno porte.

Capital do departamento (estado) de Potosí, uma das cidades de maior altitude do mundo (3.967 metros), vive intensa turbulência política, com greves, lojas fechadas e saque a supermercados.

"Estão comigo meus dois filhos e uma parente com asma", diz à AFP o francês Pascal Goujot. "Fomos à Cruz Vermelha, onde nos deram um pouco de oxigênio, recomendando que deixássemos logo a cidade, mas isso é impossível".

"Não há polícia, nem Exército, é a anarquia completa", comenta.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    17h00

    0,40
    3,279
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    0,95
    63.257,36
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host