UOL Notícias Notícias
 
06/08/2010 - 07h42

Mortalidade em Moscou aumenta 50% em julho por onda de calor

MOSCOU, 6 Ago 2010 (AFP) -O número de falecimentos em Moscou no mês de julho aumentou quase 50% em comparação com o mesmo mês do ano passado, com quase 5.000 mortes a mais atribuídas à onda de calor, informou o registro civil da capital russa.

"Registramos 14.340 falecimentos em Moscou em julho, ou seja, 4.824 a mais que em julho de 2009", indicou à AFP uma funcionária do registro civil, Evguenia Smirnova.

"A onda de calor certamente influenciou", acrescentou, ressaltando, no entanto, não poder dar cifras sobre as causas das mortes.

A onda de calor sem precedentes que afeta a parte ocidental da Rússia desde o início de julho se somou nos últimos dias, em Moscou, à fumaça dos incêndios da vegetação das zonas vizinhas da região, que tornaram a atmosfera irrespirável.

Até agora, as autoridades desmentiam que houvesse uma alta da mortalidade.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    14h49

    0,32
    3,139
    Outras moedas
  • Bovespa

    14h55

    -0,51
    75.615,31
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host