UOL Notícias Notícias
 
06/08/2010 - 15h20

Santos, um pragmático de direita formado para exercer o poder

BOGOTÁ, 6 Ago 2010 (AFP) -Juan Manuel Santos, que se torna neste sábado o novo presidente da Colômbia, é um homem pragmático, com ideário de direita, nascido em uma tradicional família de Bogotá que já deu no passado um presidente ao país.

Aos 58 anos, casado e com três filhos, Santos é o sucessor do atual presidente Álvaro Uribe, de quem foi ministro da Defesa e, apesar de frequentemente expressar sua admiração por ele, nas últimas semanas mostrou que não demorará a tomar suas próprias decisões.

Santos afirmou que Uribe é "o melhor presidente que a Colômbia já teve" e inclusive o chamou de "segundo libertador" por ter feito cerco às guerrilhas esquerdistas que mantêm um conflito armado há mais de 40 anos.

Mas com a promessa de "melhorar o legado" de Uribe, Santos defende ser necessário avançar em outras frentes, especialmente no social, e se comprometeu a colocar o foco na criação de postos de trabalho, em um país em que o desemprego atinge 12% e a pobreza, 46%.

Santos tem experiência como ministro de diversos governos, mas foi seu trabalho à frente da pasta da Defesa entre 2006 e 2009 que o destacou como figura política em um país que ainda sofre com a violência das guerrilhas, traficantes de drogas e grupos criminosos.

Entre as ações mais destacadas estão a Operação Xeque, que resgatou a ex-candidata à presidência Ingrid Betancourt, três americanos e 11 policiais e militares sequestrados, e o bombardeio a um acampamento das Farc no Equador, no qual morreu o número dois da guerrilha, Raúl Reyes, ambos em 2008.

No entanto, sua passagem pelo Ministério da Defesa foi afetada pelo escândalo dos "falsos positivos", como foi chamada a execução de centenas de civis que eram disfarçados pelos militares de guerrilheiros mortos em combate.

Além disso, devido ao bombardeio do acampamento de Reyes, Santos enfrenta no Equador um processo penal, sendo que as relações entre os dois países ficaram interrompidas até novembro do ano passado.

Nascido de uma rica família de Bogotá vinculada à política e ao jornalismo, Santos é sobrinho-neto do ex-presidente Eduardo Santos (1938-1942). Estudou economia e administração de empresas nos Estados Unidos, com especialização em desenvolvimento econômico na London School of Economics.

Santos, que se iniciou na política no Partido Liberal, foi ministro de Comércio Exterior no governo do liberal César Gaviria (1990-1994) e da Fazenda no do conservador Andrés Pastrana (1998-2002). Em 1993, foi eleito pelo Congresso como Designado Presidencial (vice-presidente).

Como presidente, um dos maiores desafios de Santos será retomar as relações com a vizinha Venezuela, interrompidas há duas semanas pelo presidente Chávez, que rejeitou denúncia do governo de Uribe sobre a suposta presença de 1.500 guerrilheiros das Farc e do ELN nesse país.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    -0,84
    3,146
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    0,35
    68.594,30
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host