UOL Notícias Notícias
 
10/08/2010 - 20h07

Hillary Clinton pede ao Irã deter execuções "iminentes" de defensores dos DH

WASHINGTON, 10 Ago 2010 (AFP) -A secretária de Estado Hillary Clinton expressou nesta terça-feira a preocupação dos Estados Unidos com a situação de defensores dos direitos humanos no Irã que enfrentam execuções "iminentes" e pediu a Teerã que não as realize.

Hillary citou o caso de um jovem de 18 anos que deverá ser executado pela acusação de homossexualidade, assim como o caso recente de uma mulher condenada à morte por ter sido considerada culpada por adultério.

"Nós continuamos preocupados com o caso de Sakineh Mohammadi Ashtiani, que obteve atenção internacional por ter sido condenada à morte por apedrejamento", disse Hillary.

Apesar de o governo iraniano ter informado posteriormente que ela não seria executada, seu futuro ainda é incerto.

"Também estamos preocupados com as notícias sobre Ebrahim Hamidi, um jovem de 18 anos condenado por homossexualidade, e que deve ser executado apesar de não ter representação legal."

Hillary disse que nenhum caso procedeu "com a transparência ou preservando a própria Constituição iraniana", e que o advogado que tentou representar os acusados teve de deixar o Irã.

Ela também citou três dissidentes políticos que foram detidos depois dos grandes protestos que tomaram as ruas em 2009.

"Nós também estamos preocupados com o destino dos iranianos que correm perigo de iminente execução por exercer o direito de liberdade de expressão depois das eleições de junho de 2009", afirmou Hillary em um comunicado, citando Jafar Kazemi, Mohammad Haj Aghaei e Javad Lari.

"Os Estados Unidos urgem o governo iraniano a deter estas execuções, em concordância com sua obrigações" às convenções internacionais, acrescentou a chefe da diplomacia americana na nota.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    11h49

    -0,43
    3,262
    Outras moedas
  • Bovespa

    11h52

    1,56
    62.635,93
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host