UOL Notícias Notícias
 
11/08/2010 - 14h00

Hillary Clinton pede ao Senado que aprove tratado nuclear com a Rússia

WASHINGTON, 11 Ago 2010 (AFP) -A secretária de Estado americana, Hillary Clinton, pediu nesta quarta-feira ao Senado que aprove rapidamente o tratado russo-americano de armas nucleares, uma vez termine o recesso parlamentar em setembro.

A comissão de Relações Exteriores do Senado adiou no mês passado para meados de setembro o voto para a aprovação do Novo Tratado de Redução de Armas Estratégica (START), que substituirá um outro que venceu em dezembro passado.

"A decisão do presidente da comissão de dar aos democratas e republicanos mais tempo para revisar os assuntos subjacentes é um ato de boa fé e enfatiza o apoio bipartidista", declarou Hillary Clinton à imprensa.

"Mas uma vez o Senado volte, eles devem agir, porque nossa segurança nacional está em perigo", advertiu a secretária de Estado.

Para ser ratificado, o tratado deve ser aprovado por 67 dos 100 senadores.

No novo acordo - assinado em abril, em Praga, entre o presidente Barack Obama, e seu colega russo Dmitri Medvedev - ambos países se comprometem a reduzir seus arsenais a 1.550 ogivas nucleares, 30% a menos que no acordo anterior, e a 700 mísseis balísticos intercontinentais, entre outros.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    0,13
    3,270
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h21

    -0,51
    63.760,94
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host