UOL Notícias Notícias
 
11/08/2010 - 17h08

Obama deseja 'um mês abençoado' aos muçulmanos em ocasião do Ramadã

WASHINGTON, 11 Ago 2010 (AFP) -O presidente americano Barack Obama prestou homenagem nesta quarta-feira ao Islã, apresentando seus votos aos 1,5 bilhão de muçulmanos do mundo inteiro em ocasião do início do mês do Ramadã.

"O Ramadã é a celebração de uma religião conhecida por sua grande diversidade e por sua igualdade racial", afirmou Obama em uma declaração escrita divulgada pela Casa Branca.

"Este rito nos lembra os princípios que cultivamos em comum e o papel do Islã em prol da justiça, do progresso, da tolerância e da dignidade de todos os homens", acrescentou Obama, cujo pai queniano era da religião muçulmana.

"O Islã sempre fez parte da América e os muçulmanos americanos deram uma contribuição extraordinária ao nosso país", ressaltou o presidente, que pretende organizar um jantar pelo fim do jejum esta semana na Casa Branca. "Desejo a vocês um mês abençoado", disse.

Essas declarações foram feitas em um momento de polêmica em torno do projeto de construção de uma mesquita em Nova York a duas quadras do Marco Zero, onde estavam localizadas as torres gêmeas destruídas no dia 11 de setembro de 2001.

Os defensores do projeto consideram que o centro muçulmano, que teve a sua construção aprovada pelo conselho municipal em maio, ajudará a superar os estereótipos negativos com os quais a comunidade muçulmana da cidade continua a sofrer depois dos atentados cometidos pelos islamitas da Al-Qaeda.

Os opositores afirmam que construir uma mesquita tão perto do Marco Zero é um insulto à memória das vítimas.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    -0,54
    3,265
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    1,36
    64.085,41
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host