UOL Notícias Notícias
 
11/08/2010 - 19h08

Presença militar dos EUA no Iraque pós-2011 será contada em "dezenas" ou "centenas"

WASHINGTON, 11 Ago 2010 (AFP) -A presença militar americana no Iraque depois da retirada total de suas forças, no final de 2011, só será contada em "dezenas" ou "centenas" de soldados, sob a autoridade da embaixada, disse nesta quarta-feira o assessor do vice-presidente Joe Biden para a segurança nacional, Anthony Blinken.

"Vamos fazer no Iraque o que fizemos em numerosos países do mundo com os quais temos relação no setor da segurança que compreende a venda de equipamento (militar) americano ou treinamento de suas forças", disse Blinken a jornalistas.

Antes dessa declaração, o chefe do estado maior iraquiano havia considerado que a retirada total do exército americano em 2011 seria prematura.

tq/tlb/sd

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    0,95
    3,157
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h28

    -1,26
    74.443,48
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host