UOL Notícias Notícias
 
13/08/2010 - 07h40

Ex-chefe do Exército do Sri Lanka é condenado por corte marcial

COLOMBO, 13 Ago 2010 (AFP) -O chefe do Exército do Sri Lanka, Sarath Fonseka, foi julgado por uma corte marcial por ter participado de assuntos políticos e perdeu sua patente e de suas condecorações, informou nesta sexta-feira uma fonte oficial.

"O veredicto acaba de ser lido ao general Fonseka ante a corte militar", declarou uma fonte militar à AFP. "O presidente, na qualidade de comandante-em-chefe, deve ratificar agora a decisão", acrescentou.

Sarath Foseka, artífice da vitória do Exército cingalês sobre a rebelião dos tigres tâmeis, havia deixado o Exército e se candidatou às eleições presidenciais de janeiro contra o atual presidente Mahinda Rajapakse.

Foi derrotado nas eleições e, depois, detido por suspeita de ter planejado um golpe de Estado.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    -1,22
    3,142
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h21

    0,67
    70.477,63
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host