UOL Notícias Notícias
 
14/08/2010 - 09h50

Justiça italiana embarga bens de empresário ligado à máfia

ROMA, 5 Ago 2010 (AFP) -Os bens, avaliados em um bilhão de dólares, que foram confiscados na Sicília de um empresário vinculado à máfia foram embargados oficialmente, anunciou a polícia italiana.

O empresário Michele Aiello - condenado em segunda instância a 15 anos de prisão por associação com a máfia, corrupção e fraude - era um dos homens mais ricos da Sicília, com investimentos especialmente nos setores imobiliário e da saúde.

Aiello, 56 anos, também estaria vinculado ao grupo que dirige a máfia, o do antigo chefe da Cosa Nostra, Bernardo Provenzano, e teria se beneficiado de "um monopólio graças ao apoio dos chefes da organização criminosa, que também investiram grandes quantias de dinheiro nas múltiplas atividades do empresário", informa um comunicado oficial.

Entre os bens embargados estão contas bancárias que chegam a 250 milhões de euros (319 milhões de dólares), um centro de oncologia em Palermo, seis empresas no setor de saúde, oito empresas no setor imobiliário, assim como dezenas de lotes, apartamentos e veículos.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    12h30

    -0,09
    3,143
    Outras moedas
  • Bovespa

    12h38

    0,36
    68.964,77
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host