UOL Notícias Notícias
 
18/08/2010 - 11h06

Morre último palestino envolvido no atentado das Olimpíadas de Munique

RAMALLAH, Territórios Palestinas, 18 Ago 2010 (AFP) -Altos funcionários da Autoridade Palestina (AP) compareceram nesta quarta-feira ao funeral militar de Amin al-Hindi, último palestino envolvido no atentado contra a delegação israelense nas Olimpíadas de Munique-1972 que ainda estava vivo, e que faleceu na terça-feira aos 72 anos.

Tanto o presidente da AP, Mahmud Abbas, quanto o primeiro-ministro, Salam Fayyad, compareceram ao funeral de Hindi, que era membro fundador do Fatah, partido da Organização para a Libertação da Palestina (OLP) e coordenou o serviço de inteligência palestina durante o mandato de Yasser Arafat.

O corpo de Hindi foi levado em seguida para a Faixa de Gaza, terra natal do terrorista, onde foi enterrado nesta quarta-feira.

Vários líderes do comitê central do Fatah e de seu conselho revolucionário acompanharam a viagem do caixão até Gaza.

Hindi morreu na noite de terça-feira em Amã, onde se tratava de um câncer, relatou à AFP Atallah Kheiry, embaixador palestino na capital jordaniana.

"Hindi havia sido transferido para o King Hussein Medical Centre em Amã seis meses atrás, depois de um tratamento contra o câncer, e os médicos retiraram um pedaço grande de seu fígado", disse Kheiry à AFP. "Depois, ele entrou em coma e morreu na terça à noite".

Amin al-Hindi era o último terrorista envolvido no planejamento e execução do ataque de Munique, no qual foram mortos 11 atletas israelenses.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    0,12
    3,283
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h21

    -0,05
    63.226,79
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host