UOL Notícias Notícias
 
18/08/2010 - 16h16

Obama diz não se arrepender de defender construção de mesquita em Nova York

COLUMBUS, EUA, 18 Ago 2010 (AFP) -O presidente Barack Obama afirmou nesta quarta-feira não se arrepender de ter defendido o direito de muçulmanos construírem uma mesquita próximo ao local dos atentados de 11 de setembro em Nova York, assunto que provoca polêmica há cinco dias nos Estados Unidos.

"A resposta é: sem arrependimento", declarou Obama, incisivo, ao microfone do canal de televisão NBC, que o entrevistava sobre o assunto após sua visita a uma casa de uma família de classe média em Columbus (Ohio, centro).

Obama defendeu, na sexta-feira passada, o direito de erguer uma mesquita nas proximidades do local onde ficavam as torres gêmeas de Nova York, em nome da liberdade de culto garantida pela Constituição.

Essas declarações provocaram uma tempestade midiática e abalou famílias das vítimas de atentados, enquanto inúmeros membros da oposição republicana, incluindo a antiga candidata à vice-presidência Sarah Palin, se aproveitaram da situação para acusar o presidente de estar desconectado do resto da população.

Mesmo aliados de Obama, como o líder democrata Harry Reid, distanciaram-se dele neste assunto, temendo as consequências da polêmica em sua popularidade, a dois meses e meio das eleições legislativas consideradas cruciais.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    13h09

    0,26
    3,288
    Outras moedas
  • Bovespa

    13h17

    -0,58
    62.888,31
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host