UOL Notícias Notícias
 
18/08/2010 - 09h22

Paquistão recebe US$ 300 milhões, mas ajuda continua lenta

ISLAMABAD, 18 Ago 2010 (AFP) -O Paquistão, devastado pelas inundações, informou já ter recebido 300 milhões de dólares em ajuda internacional, mas o fluxo de fundos continua sendo lento, principalmente para uma tragédia que já matou pelo menos 1.400 pessoas e afetou outras 20 milhões.

Mais de 650.000 famílias continuam sem abrigo, segundo o escritório de coordenação para assuntos humanitários das Nações Unidas (Ocha).

A ONU pediu na semana passada 460 milhões de dólares de ajuda. Nesta quarta, afirmou ter recebido 54,5% dessa quantia, incluindo promessas que ainda devem ser convertidas em efetivo.

Zamir Akram, embaixador do Paquistão na ONU em Genebra, informou que seu país recebeu 301 milhões de dólares através das Nações Unidas e mecanismos bilaterais diretos.

A União Europeia anunciou nesta quarta que aumentará sua ajuda em 30 milhões de euros, chegando a um total de 70 milhões.

A ONU alertou que precisa de mais fundos para evitar que a falta de alimentos e doenças provoquem uma segunda onda de mortes.

Cerca de seis milhões de pessoas estão expostas a doenças transmitidas pela água, como febre tifoide, hepatite A e cólera.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    0,95
    3,157
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h28

    -1,26
    74.443,48
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host