UOL Notícias Notícias
 
19/08/2010 - 22h43

Karzai agiu para libertar assessor corrupto

WASHINGTON, 19 Ago 2010 (AFP) -O presidente do Afeganistão, Hamid Karzai, interveio pessoalmente para libertar um assessor detido por corrupção envolvendo as tropas estrangeiras no país, revela o jornal Washington Post nesta quinta-feira.

Segundo o jornal, Karzai agiu diretamente para obter a libertação de Mohammad Zia Salehi, que além de atos de corrupção, era investigado por manter supostos contatos com os rebeldes talibãs.

O prisão de Zia Salehi havia sido determinada pelo procurador-geral do Afeganistão, destaca o Post em seu site.

O presidente afegão enfrenta intensa pressão de seus aliados ocidentais para combater a corrupção endêmica no Afeganistão, país classificado como o segundo mais corrupto do mundo, atrás apenas da Somália, segundo a organização Transparência Internacional.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    15h00

    0,44
    3,160
    Outras moedas
  • Bovespa

    15h04

    -0,02
    68.702,76
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host