UOL Notícias Notícias
 
20/08/2010 - 06h30

Braço iraquiano da Al Qaeda reivindica atentado de terça-feira em Bagdá

BAGDÁ, 20 Ago 2010 (AFP) -O braço iraquiano da rede terrorista Al Qaeda assumiu nesta sexta-feira a autoria do atentado da última terça contra um centro de recrutamento do exército iraquiano em Bagdá, que deixou 59 mortos, segundo o centro americano de monitoramento de páginas islamitas na internet (SITE).

O Estado Islâmico do Iraque (ISI) afirma que o ataque - considerado o mais violento do ano até agora, em pleno Ramadã - tinha como alvo "um grupo de xiitas e de apóstatas que venderam sua fé por dinheiro para se transformar em uma ferramenta na guerra contra os sunitas iraquianos", indicou o SITE.

O atentado, no qual mais de 100 pessoas se feriram, aconteceu um dia depois da suspensão das negociações entre os principais partidos iraquianos para formar um governo de coalizão, e 48 horas antes da partida da última brigada de combate dos Estados Unidos mobilizada no Iraque.

Na própria terça-feira, o porta-voz do comando militar de Bagdá, general Qassem Atta, já responsabilizara a Al Qaeda pelo atentado.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    0,95
    3,157
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h28

    -1,26
    74.443,48
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host