UOL Notícias Notícias
 
23/08/2010 - 20h27

EUA retiram 500 milhões de ovos por ameaça de salmonela

WASHINGTON, 23 Ago 2010 (AFP) -Em torno de 500 milhões de ovos de galinha foram retirados do mercado nos Estados Unidos, na maior operação deste tipo já registrada no país, devido a uma potencial ameaça de contaminação pela bactéria salmonela, informou um funcionário da indústria nesta segunda-feira.

A cifra foi divulgada depois que uma segunda produtora retirou do mercado produtos potencialmente contaminados.

Até o momento, não foram reportadas mortes por salmonela nos ovos, mas a agência federal de alimentos e medicamentos (FDA, da sigla em inglês) investiga a origem de um surto de salmonela que chegou a 1.953 casos entre maio e julho, mais que o dobro da média normal para o período.

"A Hillandale Farms retirou 170 milhões de ovos" que foram distribuídos em 14 estados, afirmou Krista Eberle, diretora de programas de segurança alimentícia do EGG Safety Center.

"Certamente, estamos diante de um dos maiores recalls já registrados pela indústria", completou Eberle.

Em torno de 380 milhões de ovos foram voluntariamente retirados do mercado pela empresa Wright County Egg, em Galt, Iowa, informaram funcionários.

Tanto a FDA como o Centro para Controle e Prevenção de Epidemias (CDC) tentavam confirmar exatamente quantas pessoas em ao menos 14 estados estavam doentes.

A CDC advertiu que o surto pode ser maior que o reportado, porque muita gente que padece de salmonela não vai ao médico.

"É provável que o número de pessoas infectadas seja maior", informou o diretor de relações públicas do CDC, Glen Nowak.

A FDA indicou que roedores infectados devem ter espalhado a salmonela.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    -0,54
    3,265
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    1,36
    64.085,41
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host