UOL Notícias Notícias
 
23/08/2010 - 10h40

Tomada de reféns em ônibus em Manila chega ao fim com morte do sequestrador

MANILA, 23 Ago 2010 (AFP) -O sequestro de um ônibus de turistas na capital das Filipinas, Manila, terminou na noite desta segunda-feira com pelo menos quatro reféns deixando o ônibus com a ajuda de policiais e a morte do sequestrador, um ex-policial que estava armado com um fuzil.

As autoridades acreditam que 15 turistas de Hong Kong estavam dentro do ônibus após 12 horas de sequestro. Imagens de televisão mostraram quatro reféns que permaneceram em poder do sequestrador até o fim saindo do veículo, mas as autoridades não divulgaram informações sobre as demais vítimas até o momento.

O corpo do sequestrador, o ex-policial Rolando Mendoza, que cometeu o crime em uma tentativa desesperada de recuperar o emprego, foi retirado pela porta do veículo.

A polícia filipina tentou invadir o ônibus, mas não conseguiu entrar no veículo, já que o sequestrador respondeu com tiros e obrigou os oficiais a se afastar, segundo imagens exibidas ao vivo pela TV.

Após as primeiras horas de sequestro, o ex-policial liberou seis passageiros, entre eles três crianças. Mais tarde permitiu a saída de um turista de Hong Kong de 73 anos e de um fotógrafo filipino.

Pelo menos 22 turistas de Hong Kong e três cidadãos filipinos estavam no ônibus no momento do sequestro.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    11h19

    0,10
    3,282
    Outras moedas
  • Bovespa

    11h27

    0,88
    63.813,62
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host