UOL Notícias Notícias
 
24/08/2010 - 19h02

Presos em jejum pelo Ramadã são alimentados à força em Guantánamo

WASHINGTON, 24 Ago 2010 (AFP) -Os presos que realizam jejum por conta do Ramadã em Guantánamo são alimentados à força, entre o pôr do sol e o amanhecer, informaram as autoridades americanas nesta terça-feira.

"Menos de uma dez presos estão em greve de fome, e são alimentados à força", disse à AFP Bradley Fagan, porta-voz da prisão na base naval dos Estados Unidos na ilha de Cuba, onde há atualmente 176 detidos.

Bradley foi questionado depois de uma informação divulgada na terça-feira pelo jornal Miami Herald.

"Sempre respeitamos o jejum diurno dos presos na ocasião do Ramadã, pelo que a alimentação é dada (à força) antes do amanhecer e depois do crepúsculo", disse.

O porta-voz informou que nem todos os que estão em greve de fome recebem alimentação forçada.

As autoridades americanas consideram que um preso está em greve de fome quando este recusa mais de nove refeições consecutivas. Quando perdem muito peso, são colocados duas vezes por dia em uma cadeira especial, onde um tubo é inserido pelo nariz, recebendo por uma hora um líquido com proteínas.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    13h39

    0,50
    3,173
    Outras moedas
  • Bovespa

    13h47

    0,31
    74.674,12
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host