UOL Notícias Notícias
 
25/08/2010 - 14h07

Políticos veteranos se impõem em primárias nos EUA

PHOENIX, EUA, 25 Ago 2010 (AFP) -O senador republicano John McCain venceu as primárias de seu partido no Arizona (sudoeste), marcando uma tendência nos cinco estados americanos onde haverá eleições - caracterizada, na maioria dos casos, pelo triunfo de políticos veteranos sobre os mais jovens.

Milhares de eleitores foram às urnas na terça-feira no Arizona, Alasca, Flórida, Oklahoma e Vermont para decidir quais candidatos democratas e republicanos vão competir nas eleições legislativas de 2 de novembro, que renovará a Câmara dos Representantes e 1/3 do Senado.

O pleito é considerado crucial pelos republicanos, que tentam a todo custo recuperar o controle do Congresso.

Alguns estados também elegerão novos governadores.

McCain, de 73 anos, derrotado por Barack Obama nas eleições presidenciais de 2008, venceu com folga J.D. Hayworht, apresentador de rádio. Se for eleito em novembro, cumprirá seu quinto mandato no Congresso.

O senador, que por anos defendeu uma ampla reforma migratória para os Estados Unidos, mudou de ideia recentemente a respeito, declarando seu apoio à lei anti-imigração do Arizona, que criminaliza os imigrantes ilegais.

"Sabemos que esta eleição não está concluída. Temos mais de dois meses e uma árdua campanha pela frente. Tenho certeza de que enfrentaremos um bom candidato democrata", disse McCain em um comício, depois de vencer as primárias.

As eleições têm se apresentado como uma luta entre candidatos recém-chegados à política, com promessas de renovação, e os veteranos, considerados parte do 'establishment' de Washington.

Na Flórida, a disputa entre os democratas pela vaga do Senado terminou com a vitória do congressista e ex-policial Kendrick Meek, que contou com o apoio de Obama e do ex-presidente Bill Clinton.

Meek derrotou o bilionário Jeff Greene, novato no mundo da política, um magnata do setor imobiliário que investiu 20 milhões de dólares em sua campanha que o apresentava como um renovador que nunca exerceu um cargo público.

As primárias republicanas da Flórida, por outro lado, foram facilmente conquistadas por Marco Rubio, de 39 anos, uma das novas figuras da linha dura do Partido Republicano, membro do setor conservador conhecido como "Tea Party".

Rubio foi escolhido candidato deste grupo depois que o atual governador da Flórida, Charlie Crist, abandonou a formação e decidiu competir em novembro com candidato independente ao Senado.

No Arizona, a atual governadora Jan Brewer triunfou nas primárias sobre o pouco conhecido Matthew Jette, desafiando aqueles que não acreditavam que ganhasse devido à crise fiscal do estado.

Brewer, que obteve apoio em massa após promulgar uma polêmica lei anti-imigrantes, deverá enfrentar nas urnas o democrata Terry Goddard.

No estado de Vermont, o senador Patrick Leahy foi o vencedor das primárias democratas.

No Alasca, no entanto, a tendência é diferente. Tudo indica que a veterana senadora republicana Lisa Murkowski será derrotada pelo favorito Joe Miller, também membro do "Tea Party".

Com 84% dos votos computados, Miller - apoiado pela republicana Sarah Palin, companheira de chapa de McCain à presidência em 2008 - tinha entre 52% e 48% das preferências.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    -0,31
    3,266
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    1,60
    62.662,48
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host