UOL Notícias Notícias
 
26/08/2010 - 16h51

Justiça do Chile decreta retenção de bens da mina para futuras indenizações

COPIAPO, Chile, 26 Ago 2010 (AFP) -A justiça chilena ordenou a retenção de bens no valor de 1,8 milhão de dólares da mina San Esteban -proprietária da jazida San José, onde estão presos há três semanas 33 mineiros. Os donos deveriam receber este total do Estado pela venda de cobre, disse à AFP uma fonte judicial.

A decisão foi tomada pelo 'Juzgado de Letras de Copiapó', o tribunal da cidade localizada a 800 km ao norte de Santiago. O dinheiro, 900 milhões de pesos (1,8 milhão de dólares), deveria ser transferido pela Empresa Nacional de Mineração (Enami) à proprietária, San Esteban.

O tribunal acolheu, assim, a petição do advogado Edgardo Reinoso, que representa 26 das 33 famílias, como parte de uma demanda indenizatória contra os donos da mina.

Reinoso explicou à AFP que "há bens, há dinheiro a receber, pelo que pedimos ao 'Juzgado de Letras de Copiapó' sua retenção, através de medida precatória".

"O tribunal estabeleceu, então, a soma de 900 milhões de pesos", disse.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    0,12
    3,283
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h21

    -0,05
    63.226,79
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host