UOL Notícias Notícias
 
27/08/2010 - 16h04

Cazaque corta próprio pênis para evitar extradição

MADRI, 27 Ago 2010 (AFP) -Um preso de nacionalidade cazaque cortou seu próprio pênis no aeroporto de Barajas para evitar ser extraditado para seu país e está hospitalizado em estado grave, indicou nesta sexta-feira a imprensa espanhola.

O preso tinha sido condenado a cinco anos de prisão pelo crime de violência de gênero e cumpria a pena em uma prisão na província de Madri.

Os fatos ocorreram durante a noite de segunda-feira, quando ele foi transferido para o aeroporto de Madri para ser extraditado ao Cazaquistão para ser julgado por outro crime.

O homem, de 52 anos, que estava sob custódia, pegou uma faca e cortou quase totalmente o seu pênis. Ele foi levado para um hospital de Madri, onde se encontra em estado "grave", acrescentaram os meios espanhóis.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    -0,21
    3,129
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h35

    0,04
    76.004,15
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host