UOL Notícias Notícias
 
27/08/2010 - 12h48

Indonésia: muçulmanos linha-dura ameaçam cristãos que querem queimar Corão

JACARTA, 27 Ago 2010 (AFP) -Cerca de 100 muçulmanos indonésios protestaram nesta sexta-feira em frente à embaixada americana em Jacarta, ameaçando iniciar uma 'jihad' (guerra santa) se um grupo de cristãos americanos queimar um Corão em público, como prometeram.

O grupo Dove World Outreach Center anunciou seus planos de queimar um Corão, o livro sagrado dos muçulmanos, no nono aniversário dos atentados de 11 de setembro. Um porta-voz dos manifestantes disse que a atitude provocaria a ira de membros da religião em todo o mundo.

"Ninguém será capaz de controlar esta reação", afirmou Roni Ruslan, membro da Hizbut Tahrir, organização radical internacional que defende a implementação da sharia (lei islâmica).

"Urgimos o governo americano e os líderes cristãos a cancelar o plano louco desta pequena seita. É um insulto ao islã e aos 1,5 bilhão de muçulmanos do mundo todo", destacou.

A comunidade do grupo cristão no site de relacionamentos Facebook, que tem mais de 6.000 membros, tem como lema a frase "O islã é do demônio".

A Indonésia é o maior país muçulmano do mundo.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    0,59
    3,276
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h21

    -1,54
    61.673,49
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host