UOL Notícias Notícias
 
28/08/2010 - 15h43

Mineiros enfrentam depressão com boa alimentação e contatos

COPiapo, Chile, 28 Ago 2010 (AFP) -Cinco dos 33 mineiros presos em uma mina no Chile que apresentavam um quadro de depressão superaram o problema com a chegada de alimentos e os contatos com seus familiares, revelou neste sábado o ministro da Saúde, Jaime Mañalich.

"Aqueles que estavam um pouco mais isolados, menos comunicativos, graças ao apoio alimentar e aos contatos com suas famílias estão apresentando um progresso magnífico", assinalou Mañalich à imprensa.

O ministro destacou que no relatório enviado pelos mineiros esta manhã as equipes médicas que monitoram o grupo constataram "com alegria que há sinais de recuperação evidente e que a suposta depressão foi completamente superada" pelos cinco mineiros.

Neste sábado, o grupo preso na mina desde o dia 5 de agosto pôde ver, pela primeira vez, imagens de seus familiares, por meio de uma câmera de vídeo enviada pelo duto que liga os mineiros à superfície.

Os mineiros estão recebendo muito líquido, vitaminas e uma dieta de 1.200 calorias, que deve ser elevada para 2.000 calorias a partir deste domingo.

Mañalich destacou a organização e o caráter "extraordinário" dos mineiros, o que tem sido vital para se enfrentar o drama que vivem.

No domingo passado, uma sonda desceu a 700 metros sob a terra e encontrou os mineiros, que estavam isolados há 17 dias, após o desabamento da mina.

Todos estão bem, mas o resgate do grupo deve demorar de três a quatro meses.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    -0,31
    3,266
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    1,60
    62.662,48
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host