UOL Notícias Notícias
 
29/08/2010 - 21h42

Dissidência cubana denuncia prisão de oito opositores

HAVANA, 29 Ago 2010 (AFP) -Dissidentes cubanos denunciaram neste domingo a prisão de oito opositores, sendo três em Havana e cinco em Guantánamo (leste), que já estavam detidos sem qualquer processo judicial.

Segundo a dissidência, Luis Labrador, Eduardo Pérez e Michel Rodríguez, membros do ilegal Partido Cuba Independente e Democrática, foram detidos no dia 16 de agosto, após um protesto nas escadas da Universidade de Havana.

Dois dos dissidentes estariam presos em Havana, e o terceiro em um centro penitenciário de Matanzas (100 km a este da capital). Os três são acusados de "escândalo público", revelou Sarah Marta Fonseca, detida com o grupo e libertada posteriormente.

Já o ativista de direitos humanos Elizardo Sánchez disse à AFP que outros cinco opositores foram detidos em 12 de agosto, após uma reunião política em uma residência de Guantánamo.

Os detidos são os irmãos Ernesto e Rolando Rodríguez Lobaina, Francisco Manzanet, Roberto González e Enyor Díaz, todos levados a uma prisão da província.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    -0,84
    3,146
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    0,35
    68.594,30
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host