UOL Notícias Notícias
 
30/08/2010 - 14h35

Especialistas da Nasa pretendem aplicar conhecimentos do espaço no Chile

WASHINGTON, 30 Ago 2010 (AFP) -Os quatro especialistas da Agência Espacial Americana (Nasa) que viajaram para o Chile pretendem aplicar a sua experiência sobre a vida no espaço para ajudar os 33 mineiros presos, declarou o chefe da missão, Michael Duncan.

"O meio pode ser diferente, mas a resposta humana em termos de fisiologia, comportamento, reação ante uma emergência, é bastante similar", explicou Duncan, em uma entrevista divulgada pela Nasa nesta segunda-feira.

"Acreditamos que algumas das coisas que aprendemos no campo da pesquisa pode ser adaptado aos mineiros", acrescentou.

Duncan é médico e vice-diretor do Diretório de Ciência de Vida no Espaço do Centro Espacial Johnson da Nasa, em Houston (Texas).

Ao lado dele viajaram outro médico, um psicólogo e um engenheiro, detalhou a Nasa.

"Os chilenos estão muito organizados. Têm muitos recursos a sua disposição. A única coisa que nos pediram foram conselhos, experiência que adquirimos por meio de nossas pesquisas ou operações em voos espaciais", acrescentou Duncan em suas declarações.

As autoridades "já fizeram muito pelos mineiros e, de fato, os mineiros fizeram muitas coisas por si próprios", comentou o especialista.

"É uma oportunidade para nós de contribuir com nossa experiência de voo em terra", acrescentou.

Os trabalhos de perfuração de um túnel para tentar resgatar os 33 mineiros presos há 24 dias na mina de San José, próxima a Copiapo, no norte do Chile, devem começar nesta segunda-feira, segundo as previsões oficiais.

Os mineiros conseguiram conversar no domingo pela primeira vez com seus parentes.

Os trabalhos de resgate poderão levar até quatro meses.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    13h29

    -0,79
    3,153
    Outras moedas
  • Bovespa

    13h33

    1,09
    68.716,32
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host