UOL Notícias Notícias
 
30/08/2010 - 15h03

Homem mata sete pessoas antes de se suicidar na Eslováquia

BRATISLAVA, 30 Ago 2010 (AFP) -Um homem matou sete pessoas e feriu outras 14 antes de se suicidar nesta segunda-feira em uma área movimentada de um bairro da periferia de Bratislava, na maior chacina da Eslováquia.

O homem, armado com um fuzil e dois revólveres, matou primeiro cinco pessoas, quatro mulheres e um homem, em uma casa do bairro de Devinska Nova Ves, no noroeste de Bratislava, e depois assassinou outra diante da residência, todas elas de uma mesma família, explicou a polícia em uma entrevista coletiva à imprensa.

"A sétima vítima, uma mulher de 52 anos que não pertencia a essa família, foi provavelmente morta por acidente em sua varanda quando o assassino começou a atirar na direção das janelas", declarou à imprensa o ministro do Interior Daniel Lipsic.

"Os primeiros policiais chegaram quando o homem estava saindo da casa", indicou o chefe da Polícia eslovaca, Jaroslav Spisiak, que confirmou o suicídio do assassino.

Já na rua, o homem correu por alguns metros, disparando contra tudo que se movia. Mais policiais chegaram e o cercaram, e ele não viu outra alternativa a não ser cometer suicídio", completou.

A polícia indicou que ainda não sabe a identidade do assassino e sua motivação.

As forças de segurança se negaram a fornecer detalhes a respeito dos nomes das vítimas, limitando-se a indicar que as pessoas mortas eram "membros de uma mesma família de origem cigana".

Mas, por enquanto, é "pouco provável" que haja motivações racistas nesta matança, afirmou o ministro do Interior, acrescentando que a casa pré-fabricada era habitada por ex-militares.

"Quatorze pessoas feridas, entre elas um menino de três anos, foram hospitalizadas", declarou à AFP Dominika Sulkova, porta-voz dos serviços de emergência. O menino não corre risco, três pessoas apresentam "ferimentos graves" e as outras ficaram levemente feridas com cortes de estilhaços de vidro, acrescentou.

Entre os feridos há um policial, que levou um tiro na cabeça. Sua condição era estável nesta segunda-feira à tarde, indicou Lipsic.

"Tentamos descobrir a identidade do assassino, vamos estabelecer a identidade das vítimas, mas não temos detalhes no momento", acrescentou.

Os tiros foram registrados às 10h00 (05h00 de Brasília) em uma rua movimentada, próximo a um supermercado e a um jardim de infância desse bairro.

"Vi um homem de meia idade caminhar com uma arma na mão em direção a uma casa pré-fabricada situada próximo ao jardim de infância. Depois, um homem ferido de origem cigana, cuja família vive na casa, saiu de lá correndo.. caiu no chão e o homem atirou nele uma ou duas vezes", declarou à AFP Marta Vozbranukova, uma professora da escola maternal.

"Depois, o homem começou a atirar na rua", acrescentou depois de indicar que não havia crianças na escola nesse momento.

Esta é a maior chacina cometida na Eslováquia -país membro da União Europeia desde 2004-, à exceção dos sangrentos ajustes de contas entre grupos mafiosos dos anos 1990.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    0,59
    3,276
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h21

    -1,54
    61.673,49
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host