UOL Notícias Notícias
 
31/08/2010 - 17h53

Secretaria de Trabalho dos EUA descarta segunda recessão

WASHINGTON, 31 Ago 2010 (AFP) -A secretária de Trabalho americana, Hilda Solís, descartou nesta terça-feira a possibilidade de uma segunda recessão em seu país, apesar dos indicadores econômicos ruins, e pediu à oposição republicana aprovar uma lei de ajuda às pequenas e médias empresas.

"Não posso dizer que vejo isso (uma segunda recessão) nesse momento. Vamos ver mudanças. Agora que a Câmara dos Representantes e o Senado estão de volta, queremos que aprovem esse projeto de lei para ajudar os pequenos empresários para dar apoio a eles, para que tenham mais ajuda financeira", declarou Solís em teleconferência com jornalistas hispânicos.

Um projeto de lei para reduzir impostos e facilitar os empréstimos para as pequenas e médias empresas permanece bloqueado no Congresso há meses, e o presidente Barack Obama acusa a oposição republicana de criar obstáculos.

Solís lembrou que a taxa de desemprego na comunidade hispânica é de 12,5% atualmente, três pontos acima da média nacional.

"O presidente (Obama) e eu achamos isso inaceitável e não vamos descansar até que isso mude", disse Solís.

A secretária não informou que tipo de mudanças espera em termos econômicos.

O crescimento econômico durante o segundo trimestre do ano foi revisado para baixo na semana passada pelo Departamento de Comércio americano, para 1,6% em ritmo anual, um corte de 0,8%.

O Federal Reserve, cujos membros reconhecem que a economia desacelera, está disposto a adotar novas medidas para enfrentar essa situação, nas palavras do presidente da entidade, Ben Bernanke.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    10h40

    0,05
    3,268
    Outras moedas
  • Bovespa

    10h43

    0,51
    62.980,13
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host