UOL Notícias Notícias
 
13/09/2010 - 13h12

Imã diz que local da futura mesquita no Marco Zero não é sagrado

NOVA YORK, 13 Set 2010 (AFP) -O imã que lidera o polêmico projeto de construir um centro cultural islâmico junto ao Marco Zero, em Nova York, rejeitou nesta segunda-feira os argumentos levantados pelos sobreviventes do 11 de setembro de 2001 no sentido de que o local da futura construção é sagrado.

"É totalmente falso que seja um lugar sagrado", afirmou o imã Feisal Abdul Rauf, destacando que na zona vizinha havia um ativo centro comercial que comportava, inclusive, um clube de striptease.

Os opositores ao projeto de construir o centro cultural a duas quadras do epicentro dos ataques de 11 de setembro de 2001 indicam que a presença muçulmana nesse local poderá ser ofensiva para a maioria das 2.752 pessoas mortas no World Trade Center.

Muitos críticos vão mais longe e argumentam que construir uma mesquita tão perto do Marco Zero é profanar terra sagrada e celebrar o terrorismo.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    10h59

    -0,13
    3,132
    Outras moedas
  • Bovespa

    11h04

    -0,50
    75.606,95
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host