UOL Notícias Notícias
 
14/10/2010 - 20h31

Tempestade tropical Paula assola Havana

HAVANA, 14 Out 2010 (AFP) -A tempestade tropical Paula atingia Havana e a região ocidental de Cuba com fortes chuvas, ventos e raios na tarde desta quinta-feira, em sua trajetória pela costa norte da ilha.

"A tempestade forte, com raios, durará umas duas horas e o tempo irá melhorando durante a noite e a madrugada", disse o meteorologista José Rubiera na rede de televisão local, em uma transmissão interrompida por cortes de eletricidade.

O último relatório do Centro Nacional de Furacões (CNH) dos Estados Unidos localizou o olho de Paula às 21H00 GMT (18H00 de Brasília) a 60 km a sudoeste de Havana, e a tempestade segue perdendo força, agora com ventos máximos de 95 km/h.

Pela manhã, Paula era furacão da categoria 1 na escala Saffir-Simpson (1 a 5).

Habitantes da zona histórica da capital, formada por centenas de prédios - muitos deles com alto grau de deterioração - permanecem reclusos em suas casas e seguem atentos ao avanço da tempestade e sobretudo às chuvas, com medo de deslizamentos.

Algumas partes da capital sofriam cortes de eletricidade e do serviço de gás, além de inundações em algumas ruas.

"Estas áreas de tempestades elétricas que estão assolando a capital vão durar muito pouco. Paula entrou em Cuba como tempestade tropical com ventos máximos de 110 km/h" por Puerto Esperanza, na província de Pinar del Río, na parte ocidental de Cuba, disse Rubiera.

Segundo os prognósticos, Paula deve cruzar Havana e a província de Matanzas durante a noite e a madrugada, em seu percurso até o centro da ilha, onde deve perder intensidade e converter-se em depressão tropical, quando os ventos forem inferiores a 63 km/h.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    -1,22
    4,119
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h22

    -0,27
    104.728,89
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host